quinta-feira, 26 de dezembro de 2013


Pessoas queridas, como foi o NATAL?!

Pois é, o nosso "little-blog" está de férias, afinal, são as "Festas", mas algumas coisas são preciosas demais para não serem repassadas, uma delas é essa linnnnda mensagem do querido JOÃO MARCOS DUARTE!

E preparem-se que em JANEIRO o Blog do Concerto estará de volta, com MUIIITAS NOVIDADES e muitas alegrias para todos "Nózes"!

Um grande abraço, desejo de um ANO NOVO, cheio de paz, alegria e pleno da presença do nosso querido Senhor Jesus em suas vidas e corações! 

Obrigada João!!

E NA TERRA... PAZ!

“Deixo-vos a minha paz; a minha paz vos dou. Não vo-la dou como o mundo a dá. Não se perturbe o vosso coração, nem tenham medo.”       João 14:27

Esse ano, em minha igreja, apresentamos uma cantata de Natal cujo título é o mesmo dessa reflexão. Ela fala sobre a paz. A paz que Jesus trouxe à Terra. Sempre pensei que entendia esse versículo, mas esse foi um ano atípico pra mim. Ouvi muita coisa, aprendi muita coisa, refutei muita coisa. Depois de tudo isso acho que começo a entender o que esse trecho da Bíblia quer nos dizer.

A primeira coisa que devemos deixar claro é que esse versículo não fala de paz interior. Se você está pensando que Jesus veio trazer “paz interior” a você, está enganado. Paz interior você encontra no budismo (sendo bem simplista, quase ofensivo), nos ritos tibetanos, na yoga. Em todas essas coisas.

É verdade que a Paz que vem dos Céus tem seu nível pessoal. Sim. Mas se isso nos deixa insensíveis e indiferentes ao que acontece no mundo (fome, injustiça, guerras, morte, corrupção) saiba que isso não vem de Deus. Muito pelo contrário, é uma “paz” diabólica, pois é isso o que o Diabo quer: que não façamos nada para mudar o caos em que vivemos, fazendo com o que o mundo fique ainda pior.

A Paz que Cristo nos oferece (Shalom) é uma paz vinda pela resolução de conflitos, da justiça, do amor, da fraternidade. Não é uma paz que se instala dentro de nós. Mas um estado geral onde todos se encontram juntos e bem.

Quando Jesus se opõe à paz que o mundo oferece, temos que levar algumas coisas em consideração. Primeiramente, qual a figura que representa a paz, na Bíblia? A pomba. Ela se opõe à que? À águia romana. A águia que vinha do céu. Isso nos lembra o que? Quando Jesus foi batizado uma pomba branca veio dos Céus (Mateus 6: 16-17). E o que tudo isso quer dizer?

Que Jesus está se opondo à famosa “PAX ROMANA”.

A PAX ROMANA consistia em que os locais conquistados por Roma, agora estavam em paz, pois Roma tomava conta daquele lugar. Qualquer um que pensasse em fazer alguma coisa contra aquele império era exterminado. Essa “paz” era imposta pelo opressor. Não levava em conta o local e nem as questões de um povo, simplesmente impunha o novo regime que deveria ser seguido, a fim de que tudo corresse bem (do ponto de vista dos romanos). Na verdade, os únicos beneficiários desse sistema eram os próprios exploradores. Quer uma prova disso? Vá às bem aventuranças (Mateus 5:1-12). Não há licença poética em “bem aventurados os pobres” e em nenhuma das outras. Eles realmente estavam sofrendo, pois Roma os estava matando. Isso não te lembra tantos conflitos em nosso mundo e, depois de tantas mortes, é decretada a paz? E nós sabemos que não existe paz. Apenas o medo da morte.

A PAZ DE CRISTO se opõe a tudo isso. Por isso Jesus fala que não a dá como o mundo e continua: “não se turbe o vosso coração, nem tenham medo”. Não precisamos ter medo, pois o que Cristo vem nos trazer não é imposto. Não nos subjuga. Não nos coloca na posição de réus.

A PAZ que nos é oferecida, vem de bom grado. A primeira coisa. Ela nos é oferecida (Mateus 11:28). Somos realmente libertos da injustiça desse mundo. Temos a oportunidade de colocar ordem nos caos, tanto o nosso quanto o de outras pessoas. Jesus nos promete alívio real.

A PAZ que nos é oferecida vem pelo serviço. Jesus nunca se impôs. Pelo contrário. Ele se compadece das pessoas (Mateus 14:14 – para citar apenas um exemplo) e é isso o que move Jesus: o amor. Ele vai até os enfermos, os doentes, os injustiçados e fica ao lado deles. Curando-os.

A PAZ de Cristo, por fim, é uma paz ativa. Ela não é passiva ou imposta. Mas uma Paz que nos faz agir. Como eu disse no começo. Se o que chamamos de “paz” nos deixa parados e imóveis perante todo esse mundo que está no maligno (João 16:33) não vem de Cristo. A esperança que ele nos dá no final desse mesmo versículo – “mas tende bom ânimo! Eu venci o mundo.” – é a certeza de que podemos lutar, pois teremos vitória. E teremos vitória, pois essa é a luta que o Cristo de Deus, o Príncipe da Paz, quer que lutemos ao seu lado.

Quando Jesus diz “bem aventurados os que tem fome e sede de Justiça, pois serão satisfeitos” e depois “ bem aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus”, é porque o Reino de nosso Pai, que chegou (Mateus 3:2),  é um reino de Justiça, de amor, de fraternidade, de comunidade. Devemos lutar pela paz. Não a PAX ROMANA, mas a que resolve conflitos, realmente. Que luta pelos direitos dos seres humanos. Lembrando que para Deus, somos todos iguais, pois fomos todos criados à sua imagem e semelhança (Gênesis 1: 26-27). Então onde há fome, lutamos por comida. Onde há injustiça lutamos pela justiça. Onde á corrupção, lutamos pela redenção. Onde há pecado, lutamos pelo perdão. Assim viveremos a Paz que Cristo nos oferece (Shalom).

Em suma, a Paz de Cristo tem um nível pessoal, como já afirmamos, mas também tem um nível social e mundial. O Senhor quer que todos se salvem, e temos papel ativo nesse processo.

Que esse Natal, possa ser um Natal de paz para você e para a sua família. Que celebremos a chegada do príncipe da Paz e   que, como irmãos e herdeiros com Ele, vivamos a Paz como ele viveu.

Que Deus te abençoe.


Bom Natal! 

João Marcos Duarte 
Aluno de Fonoaudiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Membro da Igreja Batista Memorial de São Paulo, onde integra o coro, grupo de louvor e participa do ministério Ensino Criativo. Apaixonado por música e teatro, integra o Grupo Concerto desde 2013

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013


Booooaaa tarde ... ou melhor, BOA NOITE, né, tchurminha!


Nossa quinta-feira foi corridaaa, mas a COLUNA CONCERTO está MAIIIS DO QUE ESPECIAL! 
E claro, vem em ritmo de PRÉ-LANÇAMENTO


Reforçando ... É SÁBADO, PESSOAL!!

A nossa Colunista de hoje é a queridíssima CAMILA
Olhem só que linda!


TUA GRAÇA NOS BASTA
Prestes ao lançamento do CD Só por tua graça, nos achegamos a Deus, para agradecer, pois tem sido misericordioso e bondoso.  A graça abundante do Senhor nos manteve em pé, nos sustentou e por mais que isso pareça repetitivo, não nos cansamos de dizer: Só por tua graça.

Não conseguimos encontrar uma metáfora que possa exemplificar a graça de Deus, pois não é humanamente possível entender que alguém nos ama de forma incondicional, que está cuidando de nós  todo o tempo, alguém que nos concede favor imerecido, alguém que deu seu único filho, mesmo sem que nem um  de nós merecesse isso.
Só por tua graça é que estamos aqui prestes a conquistar mais um sonho nascido no coração de Deus.

Só por tua graça vencemos dia a dia as lutas, sejam elas ministeriais, familiares ou profissionais.
Só por tua graça conseguimos recursos vindos de pessoas, que sensíveis ao chamar de Deus, foram muito abençoadoras.

Só por tua graça fomos capazes de passar por cima de muitos problemas e nos mantermos em pé.
Só por tua graça desenvolvemos bons relacionamentos  com os nossos irmãos.

Só por tua graça encontramos homens e mulheres com um talento exímio, que se dispuseram a passar horas em estúdio, sempre dispostos e com alegria.
Só por tua graça o Grupo Concerto se prepara para cantar e contar que a tua graça nos basta, Senhor. Não teremos o que temer, pois suficiente é tua graça para nós.

Camila Faverssani Juknevicius 
 Camila, paranaense de nascimento, paulista de coração, casada com Lucas e mãe de Luiza, uma linda e encantadora menina. Formada em Letras português e inglês e estudante de canto com a Dr. Sonia Goussinki. Muito apegada à música, além de cantar, toca violão e contrabaixo elétrico! Cantora e compositora de algumas músicas do CD Infantil "Tempo de Cantar", parte de um lindo projeto, "Semeando o Futuro", que tinha como objetivo alcançar crianças, dando não só o alimento espiritual, mas também subsídios para um futuro melhor. Atualmente é membro da Igreja Presbiteriana da Lapa e atua no Ministério de Música juntamente com seu esposo. Integra o GC desde Fevereiro de 2012 como soprano. 

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

OH DÚVIDA CRUEL!!! 

O que postar nessa quarta-mix??


É OBVIO!! 

GENTE, TÁ CHEGANDO!!! É JÁ ESSE SÁBADO E ESTAMOS MUITO EMPOLGADOS!

Nossos corações estão extremamente gratos a Deus e a todos pelo carinho e apoio que temos recebido. 

Contamos com a presença dos queridos nesse sábado para essa 
linda festa de LOUVOR e GRATIDÃO à Deus.







PRÉ
LANÇAMENTO
do NOVO ÁLBUM! 

Dia: 21/12
Local: Espaço Cultural Presbiteriano de Pinheiros
(Av. das Nações, 6151 - Pinheiros)
A partir das 20h!















Vocês são nossos convidados! Traga alguém que ainda não conhece a Cristo como Senhor e Salvador, para que ele possa também ser abençoado por essa mensagem que LIBERTA!

SÓ POR TU GRAÇA SENHOR!! SÓ POR TUA GRAÇA!!

terça-feira, 17 de dezembro de 2013


AI QUE ESSE BLOG NÃO PÁÁRA! 

E hoje é o dia dela! Tão querida, desejada, esperadaaaaa TERÇA DESCONCERTANTE!

A Terça de hj está cheia de "ternura", mas muiiiiiiiita ternura mesmo! hahahaha

É gente, o dia hj hoje tá, gostoso ... estamos quase na hora do almoço, e vai batendo aquele soninho, já percebeu?? 

Tá cansado? Tá cansada ... faça como o nosso integrante escolhido da semana! DEITE NO BANCO DA IGREJA E PUUUUXA O RONCO! NÉ NÃO DIEGO!! 



Pois é pessoal, ele tava meio sumido das terças, mas o bom filho à casa torna!  Onde já se viu gente?? A pessoa vai cantar, seja onde for, e DORME NO BANCO?!!  KKKKKKKKKKKKKK

Nosso super Dieguito, professor de Música, Maestro, solista e ... praticamente adolescente em mudança de voz, falando em voz fina, mas qdo fala que eh BAIXO engrossa a voz! hahahahah 

Te amamos Diego!!

ATÉ A PRÓXIMA PESSOALLL!!!


segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

PARTE II

Gentemmmm... A segunda já está quase terminando, eu seeeeeeei, mas aos 45 do segundo tempo recebemos dois vídeos muuuuuuuuuuuuito legais! 
É um trecho da gravação de uma trilha pra narração que faz parte do segundo CD!

Confere aí!!!

video  video

Obrigada Elon! (E pra variar... Deixou um gostinho de quero maisssssss!)
E não esqueçam: SÁBADO QUE VEM = PRÉ-LANÇAMENTO!

Tá chegandooooooooooooooooooo!

Até a próxima pessoal! ;-)



Olá pessoal!!!

Já que o final de semana foi meio 'folgado' no que se refere às apresentações, seguimos com mais novidades sobre a gravação do nosso SEGUNDO ÁLBUM!

Dessa vez, nosso querido Elon nos enviou um pouquinho (um pouquinho meeeeeeeesmo! rs...) do que rolou na gravação de sábado com o guitarrista Moisés.

Confere aí!
video

Gostaram?? Deixou um gostinho de quero mais né?!

Então venha conferir como ficou essa e todas as outras faixas no pré-lançamento que acontecerá no próximo sábado, 21/12!!


NÃO FIQUE DE FORA DESSA FESTA!!!

Boa semana!


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013



Olá queridos!!

Nossa sexta-feira vem com força total para lembrar a vocês.........

PRÉ-LANÇAMENTO do NOVO ÁLBUM! 

Dia: 21/12
Local: Espaço Cultural Presbiteriano de Pinheiros
(Av. das Nações, 6151 - Pinheiros)
A partir das 20h!

Traga seus amigos, familiares e venham adorar a Deus conosco!!!

PARTICIPE DESSA FESTA!!

Vale lembrar que o Grupo Concerto vem trabalhando muuuuuuuuito para o levantamento de recursos financeiros em prol da finalização desse projeto!! Ainda temos muito o que arrecadar, e pra isso, gostaríamos muito de contar com o seu apoio!
Se desejar contribuir com esse projeto abençoando, o grupo e muitas outras vidas, não se sinta constrangido e entre em contato conosco, seja por e-mail ou telefone, ou mesmo se não quiser se identificar, pode depositar sua oferta de apoio ao "Projeto Só Por Tua Graça" na seguinte conta:


Banco HSBC

Agência 1511
C/C.: 06965-80 
em nome de Paulo Roberto Cerqueira. 
Essa conta é exclusiva do Grupo Concerto!


Tenham um excelente final de semana na graça do Senhor!

Segunda tem mais!

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Olá pessoal! Quinta-feira começou chuvooosa e com muito trânsito aqui na capital ... DELÍCIA!


A nossa COLUNA CONCERTO de hoje vem um pouquinho diferente, e como eu sempre digo, aqui tem de tudo um pouco!

A nossa querida Dóris Larizzatti vem participar conosco pela segunda vez! Que gostoso!
Dessa vez, ela preparou um estudo muito bacana para gente.
Vale super a pena conferir e aplicar na vida diária.


Enjoy!


 QUE TIPO DE CRISTÃO VOCE É: SAUL OU DAVI?
1 SAMUEL 8.4-22; 16.1,12

INTRODUÇÃO

  1. Semelhanças entre Saul e Davi
  • A vida dos dois primeiros reis de Israel tem muitas lições a nos ensinar. Havia diferenças gritantes entre esses dois líderes. Mas vamos ver primeiro suas semelhanças:
a)      O nome de ambos tinha forte significado – Davi (amado por Deus); Saul (pedido a Deus).
b)      Ambos tinham boa aparência – Davi era ruivo, tinha belos olhos e era formoso. Saul era forte e muito belo, e sobressaía a todos do ombro para cima.
c)      Ambos foram ungidos reis por intermédio do profeta Samuel – Ambos reinaram quarenta anos.

  1. Diferenças entre Saul e Davi
  • Muitas foram as diferenças entre esses dois reis, esses dois líderes. Eles tomaram caminhos diferentes, fizeram coisas diferentes, viveram de forma diferente, colheram resultados diferentes e morreram de forma diferente.
  • Nesta mensagem vamos explorar essas diferenças e extrair lições para a nossa vida:

I. A ESCOLHA DIVINA

  • Davi foi escolhido por Deus, Saul foi pedido pelos homens, fora da hora e da prioridade de Deus. Saul foi pedido porque o povo rejeitou a Deus; Davi foi escolhido, porque Saul rejeitou a Deus.

  1. Saul foi pedido pelos homens
  • 1 Samuel 8.4-22 “... atende à voz do povo em tudo quanto diz, pois não te rejeitou a ti, mas a mim, para eu não reinar sobre ele... atende a voz do povo e estabelece-lhe um rei”.
  • O povo de Israel estava cansado de guerras. O povo pensou que se tivesse um rei, estaria seguro e poderia enfrentar vitoriosamente os inimigos. Deus lembrou-lhes que um rei poderia transformá-los em servos e esse rei poderia se transformar num líder tirano, injusto e cruel. Mas os israelitas queriam um rei a quem pudesse ver. Queriam ser como as outras nações. Rejeitaram o cuidado de Deus e Deus atendeu o desejo do povoe lhes deu Saul. Saul não foi uma escolha do coração de Deus, mas fruto de um pedido do povo.

  1. Davi, uma escolha do coração de Deus
  • 1 Samuel 16.1,12 “...levanta-te e unge-o, pois este é ele”.
  • Davi era um pastor de ovelhas que confiava em Deus, deleitava-se nele e refugiava-se nele como seu escudo e vitória. Era um homem humilde, corajoso, que enfrentava as feras para proteger suas ovelhas e entoava canções ao Senhor.
  • Samuel pensou que o ungido de Deus fosse Eliabe. Mas Deus vê o coração e disse-lhe: “não atentes para a sua aparência, pois Deus não vê como vê o homem; o homem vê a aparência, mas Deus vê o coração”.
  • O propósito de Deus era agradar a Deus. Deus viu isso em Davi e o escolheu. Nosso coração anseia por Deus? Ele se deleita em Deus? Tem prazer em agradar a Deus?

II. A DISPOSIÇÃO PARA OBEDECER A DEUS

  1. Saul persistente na desobediência
a)      1 Samuel 13.13,14 “Então disse Samuel a Saul: procedeste nesciamente em não guardar o mandamento que o Senhor, teu Deus, te ordenou; pois teria, agora, o Senhor confirmado o teu reino sobre Israel para sempre. Já não subsistirá o teu reino”.
  • Saul não obedeceu. Não esperou o profeta Samuel chegar. Ele mesmo, pressionado pelos soldados, ofereceu o sacrifício. Ele usurpou a autoridade do profeta e desobedeceu as ordens de Deus.

a)      1 Samuel 15.9 – Saul desobedece mais uma vez. Deus deu uma ordem para ele destruir tudo dos amalequitas, mas ele não cumpriu a ordem de Deus.
  • Vejamos o que Deus disse dessa atitude de Saul: 1 Samuel 15.10-23:
a)      Arrependendo-me de ter constituído Saul como rei porque deixou de me seguir e cumprir as minhas palavras;
b)      A rebelião é como o pecado da feitiçaria;
c)      Visto que rejeitaste as palavras do Senhor, ele também te rejeitou a ti para que não seja rei.

  1. Davi tinha um coração obediente
  • 1 Reis 15.5 “Porquanto Davi fez o que era reto perante o Senhor e não se desviou de tudo quanto lhe ordenara, em todos os dias da sua vida, senão no caso de Urias, o heteu”.
  • O sonho de Davi não era se exaltar nem se gloriar. Pelo contrário, ele queria honrar a Deus, construindo-lhe uma casa.

III. O CUIDADO COM AS PESSOAS

  1. Saul era um homem egoísta que só pensava em si e não tinha cuidado pelos outros
  • Ele já revelou isso quando fez um juramento insensato em 1 Samuel 14.24: “...maldito o homem que comer pão antes de anoitecer, para que me vingue de meus inimigos. Pelo que todo o povo se absteve de provar pão”.
  • Jônatas, seu filho sem saber do juramento do pai, no fragor da batalha, tomou um favo de mel (1 Samuel 14.27) e isso lhe fez brilhar os olhos. O povo fez saber a Jônatas o juramento do seu pai e ele disse: “meu pai turbou a terra” (1 Samuel 14.28-30). A noite, Saul mandou executar o seu próprio filho, pois ele havia desobedecido seu juramento louco e arbitrário. Saul não pensou no seu filho nem no povo. Ele era egoísta.
  • Como Saul tratava as pessoas:
a)      Jônatas, seu filho – “Porque tão certo como vive o Senhor, que salva a Israel, ainda que com meu filho Jônatas esteja a culpa, seja morto. Porém nenhum de todo o povo lhe respondeu” (1 Sm 14;39).
b)      Davi, seu melhor soldado – “... procurou Saul encravar a Davi na parede, porém ele se desviou do seu golpe, indo e lança ferir a parede, então, fugiu Davi e escapou” (1 Sm 19.9,10).
c)      A cidade de Nobe – matou 85 sacerdotes “... também a Nobe, cidade destes sacerdotes, passou ao fio da espada: homens, e mulheres, e meninos, e crianças de peito, e bois, e jumentos, e ovelhas” (1 Sm 22.13-19).

  1. Davi dava a sua vida pelo povo
  • Davi cuidava das ovelhas e não as deixava à sua própria sorte (1 Sm 17.20).
  • Ele ajuntou a si 600 homens de espírito amargurado e fez deles um poderoso exército.
  • Ele amou a nação como um pastor. E mesmo quando as pessoas falavam em apedrejá-lo, jamais deixou de amar o povo.
  • Você ama as pessoas? Você é um Saul ou um Davi?
  • Como Davi tratava as pessoas?
a)      Jônatas, o filho de Saul – tornou-se mais achegado que irmão.
b)      Permaneceu leal a Saul – mesmo quando Saul tornou-se louco.
c)      Investiu na vida de 600 homens amargurados, endividados – e fez deles um exército.
d)      Mefibosete “Resta ainda, porventura, alguém da casa de Saul, para que use eu de bondade para com ele, por amor de Jônatas?... então, Ziba respondeu ao rei: ainda há um filho de Jônatas, aleijado de ambos os pés...então Davi lhe disse: Não temas, porque usarei de bondade para contigo... e te restituirei todas as terras de Saul... e tu comerás pão sempre à minha mesa” (2 Sm 9.1-7).
  • Saul trocou o cetro pela lança. Um ministério só de ferir, de machucar os outros. Mas Davi escolheu agir com bondade. Com que você se parece?

IV. A DISPOSIÇÃO DE ADMITIR OS PRÓPRIOS ERROS

1. Saul não admitia seus erros, antes sempre procurava uma justificativa

  • 1 Samuel 13.11-13 “... vendo que o povo ia se espalhando daqui, e que tu não vinhas nos dias aprazados, e que os filisteus já se tinham ajuntado em Micmás... e forçado pelas circunstâncias, ofereci holocaustos. Então, disse Samuel a Saul: procedeste nesciamente em não guardar o mandamento que o Senhor, teu Deus, te ordenou; pois teria, agora, o Senhor confirmado o teu reino sobre Israel para sempre”.
  • Saul nunca se quebrantou nem confessou com sinceridade seu pecado. Sempre que foi confrontado, se desculpava ou jogava a responsabilidade sobre outros.
  • Ele culpou o povo, culpou Samuel, culpou Deus.

  1. Davi sempre que confrontado, reconhecia de pronto o seu pecado

  • 2 Samuel 12.13 “Então, disse Davi a Nata: pequei contra o Senhor. Disse Nata a Davi: Também o Senhor te perdoou o teu pecado; não morrerás”.
  • Davi caiu em adultério e tramou a morte de Urias. Por um tempo guardou esse segredo no seu coração. Adoeceu. Sofreu, gemeu de angústia. Mas quando foi confrontado, não deu desculpas, não transferiu a responsabilidade, mas se humilhou diante de Deus, e confessou o seu pecado.
  • No Salmo 51 ele clamou por misericórdia.
  • No Salmo 32 ele louvou a Deus pelo perdão
  • Como nós reagimos diante dos nossos próprios erros? Como você reage quando alguém lhe adverte? Como você se comporta quando alguém lhe avisa de um perigo? Saul dava desculpas, Davi confessava. Quem se arrepende alcança misericórdia como Davi. Quem endurece a cerviz será quebrado repentinamente sem que haja cura.

V. QUE INSTRUMENTO VOCE TEM NAS MÃOS, UMA HARPA OU UMA LANÇA?

  • 1 Sm 18.8-10 “...daquele dia em dia, Saul não via a Davi com bons olhos. No dia seguinte, um espírito maligno... se apossou de Saul, que teve uma crise de raiva em casa; e Davi, como nos outros dias, dedilhava a harpa; Saul, porém, trazia na mão uma lança”.
1. Saul tomado de inveja e ódio, arremessava lanças.
  • Saul era um homem ciumento, invejoso. O sucesso dos outros o ameaçava. Por isso, abriu as portas da sua alma para os demônios e em vez de ser um adorador, tornou-se um arremessador de lanças.
  • Várias vezes, Saul tentou encravar Davi na parede com sua lança. Ele via as pessoas como competidoras. Ele não aceitava o sucesso de ninguém, que viesse a lançar sombra na sua própria glória.

2. Davi era um adorador, ele tangia a sua harpa

  • Davi tinha o coração voltado para Deus. Ele compunha músicas para Deus. Ele declarava o seu amor por Deus. Ele demonstrava ter sede de Deus. Ele dizia: “Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma”.
  • Você é um crítico ou um adorador? Você é um arremessador de lanças, ou um homem que se deleita em Deus? Você vê os outros como rivais ou busca acalma-los em suas angústias?

VI. QUEM ENCHE O SEU CORAÇÃO: O ESPÍRITO DE DEUS, OS ESPÍRITOS MALIGNOS?

  1. Saul foi possuído por um espírito maligno
  • 1 Samuel 18.10 “No dia seguinte, um espírito maligno, da parte do Senhor, se apossou de Saul, que teve uma crise de raiva...”.
  • Saul trilhou um caminho escuro de desobediência, de rebeldia, caiu no pecado da feitiçaria. Encheu seu coração de inveja, de ciúme e de ódio e deu lugar ao diabo. Assim, um espírito maligno se apossou dele e o resultado é que tinha crises de raiva. Seu temperamento ficou violento. Tornou-se um homem intratável, difícil de relacionamento. Aonde ele chegava o ambiente era transtornado. Era uma ameaça para as pessoas e não uma bênção.
  • Saul deixou de ouvir o profeta de Deus. Deixou de buscar a Deus e no final da vida vai buscar uma feiticeira, vai procurar uma seção mediúnica, vai se envolver com demônios. Deus o mata por causa disso.

  1. Davi foi possuído pelo Espírito de Deus
  • 1 Samuel 16.13 “Tomou Samuel o chifre do azeite e o ungiu no meio de seus irmãos; e, daquele dia em diante, o Espírito do Senhor se apossou de Davi...”.
  • Davi foi um homem cheio do Espírito Santo. Ele foi revestido de sabedoria, de força, de coragem, de humildade, de poder para reinar sobre o povo de Israel.
  • Quem enche seu coração? Que poder governa sua vida?

VII. QUANDO A MORTE CHEGOU

  1. Saul infeliz, atormentado, buscou a própria morte
  • Quem semeia vento, colhe tempestade. Quem semeia na carne, da carne colhe corrupção. O salário do pecado é a morte.
  • 1 Samuel 31.4,5 “Então, disse Saul ao seu escudeiro: arranca a tua espada e atravessa-me com ela, para que, porventura, não venham estes incircuncisos, e me traspassem, e escarneçam de mim. Porém o seu escudeiro não o quis, porque temia muito; então, Saul tomou da espada e se lançou sobre ela. Vendo, pois, o seu escudeiro que Saul já era morto, também se lançou sobre a sua espada e morre com ele”.
  • Saul morreu sem autoridade nenhuma. Saul morreu em pecado. Saul terminou seus dias em desastrosa calamidade. Sua morte foi como sua vida, em rebeldia contra a palavra de Deus.
  • Hoje quando nos lembrados de Saul é com  tristeza.

  1. Davi morreu em ditosa velhice
  • 1 Crônicas 29.26-28 “...morreu em ditosa velhice, cheio de dias, riquezas e glórias; e Salomão seu filho, reinou em seu lugar”.
  • Davi andou com Deus, morreu em paz e feliz. Até hoje Davi é lembrado com orgulho em sua nação e no mundo inteiro. O Messias nasceu da sua linhagem. O trono do Messias é chamado o trono de Davi.
  • Quando você se for deste mundo, que marcas você vai deixar? As pessoas sentirão saudades de você ou alívio pela sua partida?


CONCLUSÃO

  • Com quem você tem parecido? Com Saul ou com Davi? Seu ministério está parecido com o ministério de Saul ou com o ministério de Davi? Qual será o seu fim, sozinho ou cercado de amor?
  • Saul escolheu um caminho de desobediência: desobedeceu, odiou, perseguiu, morreu longe de Deus e em grande opróbrio.
  • Davi andou com Deus. Amou a Deus. Arrependeu-se quando caiu e foi honrado por Deus e pelos homens. Hoje lembramos-nos com alegria de Davi, mas não de Saul. Quem você deseja ser? Um homem amargurado como Saul ou um homem segundo o coração de Deus como Davi?



Doris Larizzatti

Professora de Educação Física, doutorando em Ciências da Comunicação. Membro da Igreja Presbiteriana da Lapa, professora da EBD, integrande do grupo Expressão de Louvor. Casada com o Marcos e mamãe da Letícia e do Vinícius. 
Integra o Grupo Concerto desde 2010.